Subscribe to RSS

Hélio Marson Voltar para a home

Calcule o seu custo e dê o preço Certo. Calcule o seu custo e dê o preço Certo.(4)

É comum encontrar empresários, iniciantes e experientes, com dificuldades para estabelecer o quanto cobrar pelos produtos ou serviços. Muitos alegam que não conseguem lucro e têm dívidas com bancos e fornecedores. Então, como encontrar o preço adequado? “É recomendável que além da matemática o empresário leve em conta também o preço da concorrência e a percepção do cliente em relação ao seu produto, ou seja, quanto ele estaria disposto a pagar”, afirma o consultor do Sebrae-SP, Wagner Pereira Viana.

Porém, o principal problema para o empreendedor é ter de lidar com os números. Por falta de afinidade com a matemática ou desconhecimento de métodos corretos de cálculo, os empresários acabam praticando os mesmos preços dos concorrentes, colocando valores que não cobrem todos os seus custos e despesas. “O preço de venda ideal é aquele que cobre os custos, as despesas fixas e variáveis e ainda gera lucro”, explica Viana.

A primeira tarefa para calcular o preço de venda é identificar o que é custo e despesa. Custos são valores gastos diretamente na aquisição, elaboração do produto e realização de serviços. Despesas são gastos na comercialização de produtos e serviços e na administração das atividades empresariais.

As despesas se dividem em variáveis e fixas. As do primeiro grupo muda de acordo com o volume de vendas ou serviços prestados, como comissões, fretes e impostos envolvidos no faturamento ao cliente. O segundo grupo não altera, como aluguel, conta de água e telefone e material de escritório.

“Dentro do preço de venda devem estar incluídas uma parcela para cobrir o custo, as despesas variáveis e fixas e ainda sobrar uma quantia de lucro”, diz Viana.  

“É importante destacar que o cálculo do preço de venda por meio deste método resulta no valor mínimo a ser cobrado, é apenas um ponto de partida para que o empresário encontre o melhor valor, por isso, alguns produtos ou serviços poderão ter um lucro maior. Após o cálculo o empresário deve fazer as análises necessárias e tomar a decisão em relação a quanto cobrar”, explica Viana.

Minena Pessoa Pagliacci, dona de papelaria há 12 anos no bairro do Tremembé, passou por dificuldades para precificar suas mercadorias. “Eu era muito nova quando comecei a loja com meus pais. Depois de um tempo eles foram a deixando de lado e eu assumi o comando sozinha. À época eu olhava para o produto e colocava o preço pelo que eu achava que ele valia”, lembra.

A empresária não tinha dívidas, mas também não conseguia obter lucro. Após fazer consultorias financeiras e assistir a palestras do Sebrae-SP passou a controlar melhor as finanças. “Quando eu colocava um preço não me preocupava com gasolina, pró-labore, descontos da máquina de cartão e com 13º salário. A partir do apoio do Sebrae eu me atentei para o fato de que isso tudo é importante, e hoje vejo tudo de uma maneira mais ampla”, conta.

Fonte: http://www.sebraesp.com.br/index.php/45-noticias/financas/7822-saiba-calcular-o-preco-de-venda-do-seu-produto

 

 

Abaixo um exemplo

 

Preço de venda R$ 20,00 100%
(-) Impostos s/Vendas R$ 2,00 10%
(-) Custo das Mercadorias Vendidas R$ 9,00 45%
(-) Despesas Variáveis R$ 3,00 15%
(=) Margem de Contribuição R$ 6,00 30%
(-) Despesas Fixas R$ 4,00 20%
(=) Lucro R$ 2,00 10%

 

Depois, com base na remuneração do capital desejado (lucro), você parte para o uso da técnica de cálculo do Mark-up, que é o valor desejado de margem de lucro adicionado ao preço de custo do produto.

Exemplo:

 

Valor de custo do produto R$ 9,00 45%
(+) Despesas Variáveis R$ 1,00 10%
(+) Despesas Fixas R$ 2,25 20%
Subtotal R$ 12,25
Mark-up intermediário R$ 5,75 32%
Impostos R$ 2,00 10%
Valor do preço final do produto R$ 20,00
Mark-up Divisor Total ( fator ) 0,45

 

Como chegar no fator Mark-up de 0,45: ( R$ 9,00 / R$ 20,00 = 0,45 ) portanto, se ( R$ 9,00 / 0,45 = R$ 20,00 )

Recapitulando, Mark-up é um valor originalmente adicionado ao custo, portanto ao calcular seu valor devemos fazê-lo usando o chamado cálculo por dentro, ou seja, dividir pelo fator para adicionar o valor encontrado ao próprio preço.

Outro ponto fundamental que pode determinar o sucesso deste tipo de empreendimento é o Giro de Estoques, ou seja, o quanto tempo as mercadorias ficam estocadas sem serem vendidas. A velocidade com que os estoques se renovam pode contribuir com a saúde financeira da operação.

Sugiro que você leia um livro best seller chamado “A Cauda Longa” em inglês “The Long Tail” do autor Chris Anderson. É um livro fabuloso, no qual o autor aborda a nova dinâmica do marketing e vendas e como lucrar com a fragmentação dos mercados. Navega também pela evolução do comércio eletrônico (B2C e B2B), a partir de seu início, seu estágio atual e as tendências para o futuro, através dos estudos de caso do iTunes (Apple), Wikipedia, Google, Amazon.com, Yahoo, Netflix e outros. Tem um capítulo que trata da Regra do 80/20. A manifestação mais conhecida das distribuições formulada por Pareto/Zift ( Regra 80/20 ), que geralmente é usada para explicar que 20% dos produtos geram 80% das receitas, ou 20% de nosso tempo é responsável por 80% de nossa produtividade, e numerosas outras avaliações que apresentam essa característica comum de uma minoria exercer impacto desproporcional.

 

Agora acesse aqui uma copia das planilhas de como calcular os custos  que a HMarson disponibiliza gratuitamente aos amigos do Mais Sucesso

www.maissucesso.com.br/arquivos/planilhasprog55.zip

Custos sob a ótica contábil Custos sob a ótica contábil(2)

 Balanço Patrimonial é um demonstrativo contábil que, em dado momento, apresenta de forma sintética e ordenada, as contas patrimoniais agrupadas de acordo com a natureza dos bens, direitos ou obrigações que representam e tem por finalidade apresentar a situação patrimonial em dado momento. Ele reflete, conforme Silva (1999) a posição financeira em determinado momento, normalmente no fim do ano ou de um período prefixado. É a demonstração que encerra a seqüência dos procedimentos contábeis, apresentando de forma ordenada os três elementos componentes do patrimônio de acordo com Marion (1998: 65): Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido.

A grande importância do Balanço reside na visão que ele dá das aplicações de recursos feitas pela empresa (Ativos) e quantos desses recursos são devidos a terceiros (Passivos). Isto evidencia o nível de entendimento, a liquidez da empresa, a proporção do capital próprio (Patrimônio Liquido) e outras análises a serem verificadas. A visão de dois ou mais balanços consecutivos mostra facilmente a movimentação ocorrida no período e como a estrutura patrimonial e financeira se modificou no mesmo. A apresentação dos elementos patrimoniais assume grande importância, pois se trata de peça contábil utilizada para revisão e análise dos negócios.

Com o propósito de reduzir excessos de heterogeneidades, caso os responsáveis pela empresa agissem livremente na preparação da demonstração, são estabelecidos certos princípios gerais sobre a forma de apresentação do Balanço, de acordo com a lei 6.404/76.

A classificação das contas depende da natureza da empresa e da função de cada uma no conjunto. A liquidez é comumente utilizada como parâmetro. A lei brasileira classifica os ativos dos mais líquidos aos menos líquidos. Os europeus costumam fazer o contrario. A adoção de agrupamentos padronizados e oficiais é útil, porque facilita a preparação das demonstrações, analises, interpretações, comparações e estudos estatísticos.

Agora acesse aqui uma copia das planilhas de como calcular os custos  que a HMarson disponibiliza gratuitamente aos amigos do Mais Sucesso

www.maissucesso.com.br/arquivos/planilhasprog55.zip

banner

Enquete

O que você acha do conteúdo do site mais sucesso ?

View Results

Loading ... Loading ...

Cursos gratuitos

Contatos e informações

  • (12) 3207 0174 | (12) 3207 0175 (11) 3533 2283 | (11) 9 8567 8881
  • Contato

A Rede Novo Tempo de televisão produz o MAIS SUCESSO um programa empresarial e de empreendedorismo, com FERNANDO FRANCISCO, que traz informações sobre o mercado de trabalho nos mais variados seguimentos, as oportunidades de negócios no comércio e na indústria.

Mais Sucesso, o seu programa de negócios: tudo sobre: empresas, negócios, franquias, profissões, carreiras, tecnologia, internet, empreendedorismo, oportunidades e inovação

Redes Sociais

Categorias mais vistas

© 2011 Mais Sucesso Todos os direitos reservados.