Papo Empresarial: Comunicação interna eficiente evita rádio peão

Papo Empresarial: Comunicação interna eficiente evita rádio peão
março 17 16:50 2014 Print This Article

MSFofoca é um mal que atinge empresas de qualquer porte e deixa o clima tenso, cria insegurança, atrapalha o desempenho dos funcionários e pode até ter consequências mais sérias para os envolvidos e para o próprio negócio.

Como é dificílimo eliminar definitivamente a rádio-peão, assim chamada a disseminação de boatos no ambiente de trabalho, o melhor que o empreendedor tem a fazer é manter uma boa comunicação interna.

Quando a empresa não se pronuncia ou erra o momento de fazê-lo, dá espaço para rumores se propagarem porque a curiosidade das pessoas, que querem estar a par do que ocorre, fala mais alto.

Para reduzir as fofocas, o gestor deve manter um diálogo (não monólogo) frequente com a equipe, precisa dizer o que espera dos empregados, quais os rumos do negócio e ouvi-los.

A linguagem tem de ser clara, objetiva, sem termos técnicos, pois só assim a mensagem será compreendida.


Os boatos podem partir de um funcionário que tem contato com a direção ou que está há muito tempo na casa e por isso goza de certa credibilidade porque representa um líder informal.

Porém, em vez de deixá-lo à vontade para criar suas teorias ou espalhar fragmentos imprecisos de informações, o empreendedor pode aproveitá-lo como representante da equipe e integrá-lo a encontros em que se discutem melhorias no ambiente de trabalho e daí, ele passa a ser um aliado na transmissão do que é verdadeiro.

Colunista Sergio Nigro

Colunista
Sergio Nigro

Reuniões periódicas, mural com comunicados e e-mails informativos são ferramentas para inteirar os empregados do que está em curso, mas lembre sempre que nem todos assuntos podem ser repassados indistintamente.

Quando uma mudança grande ou negociação estiver em andamento, é prudente avaliar qual o momento adequado para fazer a divulgação.

Uma informação transmitida precipitadamente pode suscitar dúvidas e especulações.

Dados estratégicos só devem ser tratados entre os realmente envolvidos na questão, para evitar ao máximo, vazamentos.

Saber comunicar-se internamente reduz curtos-circuitos domésticos e preserva a imagem da empresa, pois o alcance da rádio-peão pode se estender para além dos corredores

 

view more articles

About Article Author

Fernando
Fernando

Consultor e empresário Fernando Francisco , que atua na área de comunicação e de tecnologia de informação. Formado em TI, se especializou em administração e na implantação de soluções e de sistemas de gerenciamento e controle de produtividade . Atua a vinte anos como consultor de empresas e palestrante, dedicando atualmente os seus temas na área de orientação administrativa para pequenas empresas e a iniciativas empreendedoras .

View More Articles
write a comment

0 Comments

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Add a Comment

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.
All fields are required.